Bruna Chaves, a prata mineira

Ela é mineira, simpática, desembaraçada e foi medalha de prata na edição 2016 do MasterChef Brasil. Bruna Chaves bateu um papo descontraído com nosso site e falou sobre como foi participar da maior competição culinária do mundo.

A arte de cozinhar não é tarefa fácil, entrar no universo gastronômico pode ser um desafio e tanto. Bruna abriu nossa conversa contando o que a culinária transformou em sua vida, “Eu acho que a culinária me deu um outlet de expressão. Eu sempre fui uma pessoa criativa, eu sempre fui mais das artes do que das ciências exatas, por assim dizer. Eu aprendi que a gente consegue se expressar, mostrar quem a gente é, o que a gente pensa, o que a agente sente através da comida”.

Fotos: arquivo pessoal
Fotos: Arquivo pessoal

Muito além do curso na renomada escola de gastronomia Le Cordon Bleu, a MasterChef garante que o programa lhe rendeu descobertas impagáveis, “Eu descobri no programa que a cozinha é uma forma de expressão, o que eu coloco no prato está mostrando um pouco de mim. E eu nunca imaginei que como cozinheira eu teria um estilo, uma assinatura. Isso é muito legal de a gente descobrir”.

Bruna foi intitulada como “rainha da sobremesa” durante o programa, entretanto os pratos nunca tiveram um resultado muito doce para participante. “De todas as áreas da gastronomia, a sobremesa é uma das que requer maior precisão, paciência e tempo. Quem tem tempo pra ser paciente e preciso no MasterChef? Foi muito difícil pra mim, porque eu sou acostumada a fazer sobremesa com cuidado, com calma, de ter tempo, ter um ambiente controlado. E juro por Deus! Tinham receitas que eu sabia fazer de cor em casa e lá me dava branco. Lá a gente não pode consultar, e receita de sobremesa tem que ser exata”, confessou.

A mineira se prepara para em breve iniciar seu curso na Le Cordon Bleu Ottawa, no Canadá. Mas muito além disso, planos não faltam. “Uma coisa que eu gostaria muito no futuro é dar aulas de culinária, porque eu sou professora, gostaria muito de continuar sendo, porque é uma coisa que eu amo, mas eu vou mudar de matéria (risos)”, finalizou.

7 comentários Adicione o seu

  1. Amanda Mathey disse:

    Pra mim ela é medalha de Ouro!!
    Ela foi um espetáculo naquela cozinha desde o início. Parabéns Bruna

  2. Rodrigo Attenezi disse:

    Essa moça é tudo, menos simpática.

  3. Erick Silveira disse:

    Caro Rodrigo Attenezi, ou você não leu a reportagem e entrou aqui só para fazer esse comentário xulo ou ainda está muito influenciado pelo programa que explorou pessimamente a imagem da Bruna. Mas calma, ela não vai inventar nenhum Zebeleo e vai provar que não é nada do que tentaram mostrar na band.

  4. Flavia disse:

    Simpatia , conhecimento, talento e suor! Essa sabe orquestrar o próprio trajeto. Vai longe!!!

  5. Flavia disse:

    Simpatia, conhecimento, talento e suor. Essa sabe orquestrar a própria trajetória! Vai longe!!!

  6. Silvana disse:

    Existem momentos q a prata é essencial , principalmente p quem acha q é ouro que reluz o tempo todo, essa Bruna é muito auto suficiente pro meu gosto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *