Curta-metragem surrealista é lançado em 3D

“Janaxpacha é sobre reconhecimento nas relações humanas e todo processo artístico envolve um teor de sublimação. Assim as pessoas da equipe também elaboraram essa questão. Tivemos de ter muita fé e insistência para conseguir terminar e agora estamos muito felizes de poder usufruir dessa conquista,” conta Katherina Tsirakis, diretora e atriz.

“Janaxpacha” é um curta-metragem filmado em 3D nas surpreendentes paisagens do Salar do Uyuni, teve pré-estreia para convidados na última terça-feira, 08/11. Primeiro curta-metragem brasileiro em 3D a ser lançado no Brasil, com direção de Dimitre Lucho e Katherina Tsirakis, a obra tem a participação de renomados profissionais como Beto Villares (“Xingu”, “Entre nós”, “Abril Despedaçado”), criador da trilha sonora juntamente com Erico Theobaldo, além de Renato Falcão como Diretor de Fotografia (“Rio”, e “A Era do Gelo: Big Bang”) e assinam a finalização Ely Silva e José Francisco Neto, da finalizadora DOT (“Rio Cigano”, “Batchan” e “Trago Comigo”).

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O filme narra por meio da dança, a história de Inti, um viajante atormentado que se aventura no deserto onde se depara com Thunupa, a guardiã do salar. Durante sua jornada, Inti é capturado por ela, que o coloca à prova ao transforma-lo em um novo homem. Desprovido de memórias, Inti precisa resgatar sua identidade.

Sobre o processo de filmagem Katherine finaliza, “Fazer esse filme foi um grande teste de forças, um teste da nossa capacidade, tanto em termos espirituais, em relação ao lugar  onde filmamos, quanto ao processo criativo, dado que a equipe era grande e todos tem um rigor artístico muito alto, logo nos deu um grande prazer em ver o resultado final.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *