Da Cor do Pecado, a primeira novela da Globo com uma protagonista negra

Tão presente na sociedade atual, Da Cor do Pecado retratava o preconceito racial e norteava a primeira novela da Globo com uma protagonista negra em trama contemporânea e urbana.

Ambientada em São Luís do Maranhão, e no Rio de Janeiro, a novela tinha como eixo central o romance inter-racial vivido pela pobre feirante Preta (Taís Araújo) e o rico Paco (Reynaldo Gianecchini). Os dois são personagens de um triângulo amoroso formado com Bárbara (Giovanna Antonelli).

Da Cor do Pecado – 2004 (Rede Globo)

Em 1996, Taís já havia vivido sua primeira protagonista, a personagem-título da novela de época Xica da Silva, exibida na extinta TV Manchete.

Dentre as curiosidades, Da Cor do Pecado marcou a estreia de João Emanuel Carneiro como autor de telenovelas. Que se inspirou na linguagem das histórias em quadrinhos para criar a família Sardinha. Os personagens da família fizeram muito sucesso, principalmente entre o público infantil, e viraram figurinhas de embalagens de chicletes com a marca da novela. Foi até cogitada a possibilidade de aproveitá-los em uma sitcom. Além disso, a própria novela acabou se transformando em álbum de figurinhas.

João ainda recebeu o troféu da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como autor revelação de 2004.

Por fim, a trama está na lista das novelas das sete mais assistidas nos últimos anos. Teve média geral de 43,1 pontos e conseguiu o 1º lugar nas audiências das novelas das 19 horas da década de 2000.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *